Pesquisar no blog do raposão

terça-feira, 16 de julho de 2013

Jogos, enganações, engodos...

"Ei! Por favor, não brinque com meu coração"


Uma coisa que decididamente não entendo é, por que as pessoas brincam com os sentimentos das outras?
Corações não são video-games.

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Tristeza, trens e vida...




Hoje nas minhas andanças utilizando o sistema de transporte público (sim, as vezes me dá a doida e eu ando de metrô... Além disso, para o destino que me dirigia fica complicado ir de carro pois os estacionamentos além de raros são caros, somando-se isso ao gasto de combustível, vale mais a pena vir de metrô mesmo...), percebi que muitas pessoas dentro do metrô estavam tristes. Uma menina linda estava sentada ao meu lado e estava quase chorando, pois o namorado a havia deixado (vi o smartphone dela de rabo de olho e como leio muito depressa, acabei lendo a conversa), uma senhora uns 4 bancos a frente estava cabisbaixa e preocupada lendo um papel que parecia ser um resultado de exame... Sentado no chão, um rapaz nitidamente chorava... Eu mesmo estava ali triste devido a alguns rumos que a vida me obrigou a tomar... E quantos mais estariam ali como eu?

Então me veio um estalo de repente...

Será que a raça humana está cada vez mais triste? Será que estamos cada vez mais afundados em egoísmo, maldade, insegurança e por fim, tristeza... 

Vejo as pessoas se apegarem cada vez mais a crenças e as filosofias baratas, se esquecendo de olhar para as soluções que estão ali, enraizadas em si mesmas, bastando olhar pra dentro de si mesmas... Esquecem de conceitos básicos, como educação, instrução e não fazer ao próximo o que não se quer que façam com elas mesmas...
Esquecem de fazer amizades e passam a se comportar como máquinas. Esquecem de lembrar que NÓS CRIAMOS AS MÁQUINAS PARA QUE TIVÉSSEMOS MAIS TEMPO PARA ESTAR COM QUEM AMAMOS, não pra aumentar a produtividade...

Porém, a ganância desenfreada e a auto-afirmação do "EU" (eu sou "foda", eu posso tudo, eu quero tudo, ninguém é melhor do que eu, eu sou melhor que todo mundo) estão destruindo os corações das pessoas... Cada vez mais cedo, cada vez de forma mais profunda, de forma cada vez mais definitiva... Deixam de olhar a poesia escondida em cada cena, relance, paisagem e detalhe deste mundo... Por que deixamos o mundo chegar a esse ponto? Onde estão os reacionários da paz e do amor? Onde está o amor? Por que o deixamos de lado??? Por que amamos as coisas e usamos as pessoas? Acho que é por tudo isso que sou poli amoroso...

Ao meu ver, esquecemos uma coisa básica: PEGAR LEVE (Não, você não é tudo, e seu umbigo também não) E AMAR AO PRÓXIMO COMO A NÓS MESMOS... Como todo mundo sabe, sou ateu, mas essa frase atribuída ao Jesus cristão é muito sábia...
 
Vamos deixar o ódio, a raiva, a mágoa e a ganância de lado e vamos nos amar mais pessoal... E principalmente, saber dividir esse belo planeta com cada um de seus habitantes... Já encontramos outros planetas habitáveis por aí, e eu mesmo tenho tecnologia pra chegar lá (só me falta dinheiro)... 

Mas, enquanto não vamos até lá, que tal tornar esse lugar aqui um pouco mais amável e melhor pra se viver? É difícil entender? O ser humano anda tem mal amado, que eu simplesmente DUVIDO que alguém vai ler este texto até o fim...

Porém, se alguém ler, saiba que ainda creio que a humanidade tenha jeito...

Abraços a todos...