Pesquisar no blog do raposão

terça-feira, 30 de março de 2010

CERN recria Big Bang e abre nova era na física

Foi com champanhe e aplausos que físicos e engenheiros saudaram ontem no CERN, centro europeu de investigação nuclear, em Genebra, as primeiras colisões entre protons lançados em direções contrárias no acelerador LHC a uma velocidade próxima da luz. Passava pouco das 12.00 (em Portugal) quando isso aconteceu, depois de duas tentativas falhadas durante a manhã. Mas com essas primeiras colisões a uma energia de 7 TeV (teraeletron-volt) nunca antes alcançada "fez-se história" e deu-se "início de uma nova era na física", como disseram os entusiasmados físicos no CERN. E sublinharam: os próximos anos, talvez até os próximos meses, trarão novidades para se compreender melhor a estrutura da matéria e a formação do universo.

Em apenas quatro horas, já com o maior acelerador de partículas do mundo a trabalhar em velocidade de cruzeiro, as quatro experiências (Atlas, CMS, Alice e LHCb) que a partir de agora ali vão decorrer já haviam registrado "um milhão de eventos", como adiantou ao DN Gaspar Barreira, presidente do LIP - Laboratório de Física de Partículas, centro que participou na construção do LHC e que está envolvido nas suas experiências.

Quando poderá haver novidades é uma incógnita. "A máquina está em funcionamento de cruzeiro e vai manter-se assim durante os próximos dois anos", explica Gaspar Barreira, que é um dos 150 portugueses envolvidos nas experiências. As colisões, explica, vão decorrer por rotina e "os dados são quase instantaneamente distribuídos por milhares de físicos de todo o mundo em centros que estão em rede a fazer a sua análise".

Ontem mesmo, um dos responsáveis do CERN explicava que a distribuição de dados por todos esses centros estava a fazer-se ao ritmo de um CD por cada dois segundos. Ou seja, "agora é um trabalho de paciência dos físicos ao longo dos próximo 20 anos", notou Gaspar Barreira, adiantando que será "muito bom se houver novidades ano sim, ano não".

Poderá assim passar ainda algum tempo antes que os físicos anunciem algo novo. "É uma questão estatística", diz Gaspar Barreira. "Algumas novas partículas, como o boson de Higgs, que segundo o modelo teórico explica a massa, mas nunca foi encontrado, são muita raras e por isso são necessários milhares de milhões de eventos [produzidos nas colisões] para se poderem detectar", sublinha.

Nas colisões entre os feixes de protões que ontem começaram no CERN a uma nova energia, os físicos recriam os primeiros nanossegundos do universo, logo após o Big Bang, há 13,7 mil milhões de anos. Nesses primeiros instantes, a sua densidade e temperatura eram elevadíssimas e os seus constituintes básicos, as partículas, andavam à solta, movendo-se a grande velocidade. Nas experiências CMS (para encontrar o bosão de Higgs), na Atlas, Alice e LHCb os físicos procuram respostas para os enigmas que subsistem sobre a estrutura da matéria e a formação do universo.

---------------------------------------------------------------------------------

Estou postando isso aqui simplesmente por ser histórico... Porém ao mesmo tempo, o LHC pode comprovar a existência e funcionamento dos táquions, cuja teoria está vagarosamente sendo descrita aqui no blog...

sexta-feira, 26 de março de 2010

Umazinha pra vocês...

Conforme prometido, aqui está a primeira equação, que permite calcular o tempo de viagem conforme são aplicados táquions à frente da espaçonave.

Mais tarde postarei a equação que permite criar e controlar os táquions.


quarta-feira, 24 de março de 2010

Megumi Nakajima (Ranka Lee) - Ao no Ether

Apenas um post...



Ranka Lee - Ao no Ether -----------------

subete ga hitotsu ni chouwashiteta ano hi

zutto soba ni itakatta
donna ni koe ni takushitemo
anata made todokanai

aoi aoi aoi tabiji

kougeki demo nai bougyo demo nai
mannaka no kimochi
kirameki to zetsubou no aida no
mannaka no kimochi

mirai wa hane soshite namari
watashi wa mizu soshite honoo

zutto soba ni ita
ai yori mo chikakatta
subete ga hitotsu ni atataka datta hi

zutto soba ni itakatta
ongaku mo kikoenai
anata kara toozakaru

aoi aoi aoi tabiji
aoi aoi aoi tabiji

---------- Tradução ------------------

Eu te dei um nome
Um nome que eu adorei
Então diga uma palavra pra mim,
Mas não a palavra “Adeus”

Se a luz é uma partícula e uma onda,
Você é um pássaro e o universo

Sempre, eu estava sorridente ao seu lado, em contato com você,
No dia em que éramos um em harmonia.

Sempre, eu quero estar ao seu lado
Mas eu não posso aumentar minha voz para chegar até você...

Minha azul, azul, azul jornada...

Meu sentimento não é agressivo ou defensivo, mas é algo entre os dois.
Meu sentimento não é calmo ou desesperado, mas é algo entre os dois.

Se o futuro for de penas ou de chumbo,
Então eu sou de água ou de fogo

Sempre, eu estava ao seu lado, mais perto que o próprio amor, no dia em que nos abraçamos como se fossemos um.

Sempre, eu quero estar ao seu lado, mas você não pode ouvir minha música, desde que fui banido pra longe de você.

Minha azul, azul, azul jornada...
Minha azul, azul, azul jornada...

terça-feira, 16 de março de 2010

Alojamento geral - Sleep Box

Desde o início do projeto me deparei com algumas dificuldades práticas pra conseguir alocar toda a tripulação/passageiros, e foi daí que surgiu a idéia de uma espaçonave dividida em duas seções, uma de "engenharia", onde ficam sistemas de propulsão, sistemas de energia, sistemas ambientais artificiais, defesas e etc... e uma seção "disco" onde ficam os alojamentos, laboratórios, enfermaria, escola, sensores, ponte de comando, restaurante e etc... Afinal, a A.R.C.A., se "carregada" em sua total capacidade, levará 144.000 pessoas, número necessário para se colonizar um planeta. Com 144.000 pessoas consegue-se uma diversidade genética grande o suficiente pra gerar uma nova "humanidade". Neste ponto me deparei com o seguinte dilema: Qual seria a forma mais eficiente de se projetar um quarto pequeno para que todos descansem e tenham uma certa privacidade? Pode não parecer, mas é complicado pra caramba.... Até que de repente me deparei com algo na internet enquanto procurava passagens... O SLEEPBOX... é uma especie de quartinho que se pode alugar pra se "tirar um cochilo" em aeroportos, estações de trem e etc... O projeto é excelente e eu acabei "me apropriando" da idéia... Mudei o material, pois arranjar madeira no espaço é meio complicado e também tive que modificar pra por uma cama maior nas versões de casal, e incluí um "turbo wc" em todos...

Dêem uma olhada e me digam o que acham... Afinal, esse é o alojamento "padrão"

Visão Externa:

Visão interna geral:
 Visão Interna 1:
Visão Interna 2:
Outra visão externa:
A princípio parece apertado, mas acredite, não é... E depois de algumas modificações que fiz no projeto, as sleepbox se tornaram combináveis, logo, quem tiver família grande junta umas 4 e fica legal... e se algum filho "rebelde" quiser um quarto separado, é só separar a box dele...

A seção disco da nave é a única área grande com gravidade. O resto da nave fica em gravidade zero, logo, apenas a seção disco é "hiperpopulosa". A tripulação prevista é de 148 pessoas, incluindo-se aí o pessoal de engenharia, oficiais de comando, pilotos, médicos, seguranças, cientistas, astronautas e costureiros.

Nos próximos posts explicarei o que são e como funcionam os "turbo wc", e acreditem, foi uma das coisas mais complexas que já desenhei na vida... É um dos sistemas mais complexos da A.R.C.A...

A aparência geral da A.R.C.A pra quem olhar de longe, vai parecer com a battlestar galactica com um grande guarda-chuvas na frente... é estranho, mas funciona... e atualmente é o que importa, que funcione, que leve as 144.000 pessoas em segurança... Mais tarde posto uma música pra aliviar a tensão.


sábado, 13 de março de 2010

Postagem Especial

Certas pessoas são especiais na vida... E pra pessoas especiais, músicas especiais... Mesmo que seja pouco provável que ela veja ou entenda este post...


Foi complicado incorporar desta vez... Mas ainda bem que entendo italiano... Ajudou desta vez

Tiziano Ferro - Imbranato

E'iniziato tutto per un tuo capriccio
Io non mi fidavo..era solo sesso
Ma il sesso è un'attitudine
Come l'arte in genere
E forse l'ho capito e sono qui
Scusa sai se provo a insistere
Divento insopportabile
Ma ti amo...ti amo...ti amo
Ci risiamo..vabè, è antico, ma ti amo

E scusa se ti amo e se ci conosciamo
Da due mesi o poco più
E scusa se non parlo piano
Ma se non urlo muoio
Non so se sai che ti amo..
E scusami se rido, dall'imbarazzo cedo
Ti guardo fisso e tremo
All'idea di averti accanto
E sentirmi tuo soltanto
E sono qui che parlo emozionato
...e sono un imbranato!

Ciao..come stai? Domanda inutile!
Ma a me l'amore mi rende prevedibile
Parlo poco, lo so..è strano, guido piano
Sarà il vento, sarà il tempo, sarà...fuoco!

E scusa se ti amo e se ci conosciamo
Da due mesi o poco più
E scusa se non parlo piano
Ma se non urlo muoio
Non so se sai che ti amo..
E scusami se rido, dall'imbarazzo cedo
Ti guardo fisso e tremo
All'idea di averti accanto
E sentirmi tuo soltanto
E sono qui che parlo emozionato
...e sono un imbranato!

----------------- Tradução ---------------------

Tudo começou por um capricho teu
Eu não confiava.. era só sexo
Mas o sexo é uma atitude
Geralmente como a arte
E talvez eu tenha entendido e aqui estou
Desculpa se tento insistir
Eu fico insuportável
Mas te amo... te amo... te amo
Nos sorrimos... tudo bem, é antigo, mas te amo...

E desculpa se te amo e se nos conhecemos
Há dois meses ou pouco mais
Desculpa se não falo baixo
Mas se não grito morro
Não sei se sabes que te amo...
E desculpe se rio, me entrego ao embaraço.
Olho pra ti fixamente e tremo.
À ideia de te ter do meu lado.
E me sentir somente teu.
E estou aqui e falo emocionado.
E sou um atrapalhado!
E sou um atrapalhado!
Oi..como vai?
Pergunta inútil!
Mas o amor me torna previsível.
Falo pouco, fico estranho, desatento
Será o vento, será o tempo, será......fogo!

E desculpa se te amo e se nos conhecemos
Há dois meses ou pouco mais
Desculpa se não falo baixo
Mas se não grito morro
Não sei se sabes que te amo...
E desculpe se rio, me entrego ao embaraço.
Olho pra ti fixamente e tremo.
À ideia de te ter do meu lado.
E me sentir somente teu.
E estou aqui e falo emocionado.
E sou um atrapalhado!
E sou um atrapalhado!

quarta-feira, 10 de março de 2010

Materiais

Será que alguém aí pode me ajudar? Estou precisando dos seguintes materiais e não estou encontrando...

  1. Alguns cristais de Arsenieto de Gálio
  2. chapas de alumínio de 2mm ou 3mm (medidas: 2m x 2.20m ou 1m por 1.10m)
  3. mistura para policarbonato
  4. 6 lasers verdes de 200mw
  5.  Uma esfera de vidro sem falhas

caso alguém tenha uma dessas ou saiba onde achar na área de Brasilia, por favor me avise, este material é necessário pro protótipo novo do motor interestelar.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Espaçonaves, sonhos, desabafo e músicas

A vida é uma coisa estranha... Lá embaixo, num dos posts antigos eu falei que ia intercalar assuntos de física complexa, projeto de espaçonaves e soluções ambientais com clips musicais pra aliviar o blog, de forma a não deixa-lo chato e desinteressante pra maioria das pessoas... Mas uma circunstância leva a outra e de repente chegamos a isto: Uma postagem mista e dupla!

Como assim mista? Hoje vou falar um pouco sobre o projeto da espaçonave A.R.C.A. que está a todo vapor, aliás, pela primeira vez na vida percebo que um antigo sonho de criança vai se tornar realidade, sonho aliás que deve ser compartilhado por muita gente, sonho que muitos visionários tentaram mostrar na forma de ficção (como Gene Rodenberry, criador de Jornada nas Estrelas e Glen A. Larson, criador de Battlestar Galactica), sonho que muitos tentaram realizar usando técnicas erradas e antiquadas (ex.: NASA, ESA e a Agência Espacial Russa). Que sonho seria este? É o sonho de conquistar as estrelas, de viajar por aí conhecendo novas formas de vida, novas civilizações. O sonho de ir onde nenhum ser humano jamais esteve.

Um amigo meu uma vez me falou que achava que já tínhamos tecnologia pra construir espaçonaves como a Enterprise-E de Jornada nas Estrelas. O projeto A.R.C.A. atual, surgiu meio que sem querer, numa tentativa frustrada de tentar provar exatamente o contrário, que ainda não tínhamos tecnologia pra isso, mas o que surgiu foram inúmeras possibilidades, não só de fazer igual, como de quebra, de fazer melhor... Dart, te devo uma...

Quem estiver lendo isso pode estar pensando neste momento "Pô, mas esse cara que saiu ninguém sabe de onde, que ninguém nunca viu de repente tem as soluções? Como? É doido!", mas pra esta mesma pessoa eu tenho um exemplo e uma frase... O exemplo é Albert Einstein, ele também era taxado de louco no início, mas o que ele criou mudou o mundo pra sempre... E a frase é: "Aquele que não sabia ser impossível, foi lá e fez..."

Para corroborar a idéia, conto agora o seguinte:

  1. Várias plantas da nave mãe, assim como das duas naves auxiliares já estão prontas.
  2. Todos os materiais utilizados podem ser encontrados facilmente nas indústrias
  3. Todas as teorias estão com aproximação matemática de 99.8%
  4. Até agora, os protótipos de sistemas estão funcionando relativamente bem, e olha que estou fazendo tudo sozinho.
Os seguintes sistemas já estão com os projetos prontos:
  1. Propulsão interestelar (Gerador de táquions externo e interno)
  2. Propulsão de empuxo (Agradecimentos à NASA pelo desenvolvimento do motor iônico)
  3. Propulsão atmosférica secundária (Naves Auxiliares). (Agradecimentos a Victor Schauberger pelo projeto Haunebu)
  4. Propulsão atmosférica/orbital primária (Naves Auxiliares). (Agradecimentos a Wehrner Von Braun pelos seus excelentes projetos de motores a foguete)
  5. Escudo defletor eletromagnético (contra as radiações cósmicas, equivalente do campo magnético terrestre)
  6. Sistema de giro gravitacional da seção disco.
  7. Sistema de controle da gravidade para as naves auxiliares e seção de engenharia (Agradecimentos a Fran de Aquino pela sua genialidade neste sentido)
  8. Sistemas primário, secundário e terciário de suporte de vida (Agradecimentos ao Discovery Channel por me dar idéias de como fazer isso)
  9. Sistemas de acoplagem de módulos para a seção disco e de engenharia (tudo é modular, de modo a permitir a desativação e/ou eliminação de módulos defeituosos)
  10. Sistemas primários de geração de energia elétrica (agradecimentos ao Projeto Manhattan...)
  11. Sistemas secundários de geraçao de energia elétrica (novamente agradeço ao Discovery Channel pela idéia que criou a solução)
  12. Sistemas terciários de geração de energia elétrica (novamente agradeço a Victor Schauberger, mas agora pelo projeto VRIL)
  13. Sistemas de navegação orbital/universal.
  14. Sistemas de controle de temperatura
  15. Rede interna de computação e sistemas de A.I. para controle geral do suporte de vida.
  16. Sistemas de comunicação orbital (Rádio)
  17. Sistemas de comunicação universal (emissor/receptor modulado de táquions temporais)
  18. Sistemas de armas para defesa (Estes eu não vou mostrar as plantas tão cedo)


Com tanta coisa já desenhada e pronta pra ser construída, minha cabeça esta a mil com o projeto.

Mas o que tem tudo pra ser uma coisa boa, em muitos aspectos de minha vida são como uma espécie de maldição, um fardo que tenho que carregar. E aqui entra a parte dupla do post.

Uma vez li uma frase que exemplificou bem o que é a minha vida: "Pesada é a cabeça que sustenta a coroa!". Por saber o tipo de coisa que eu sei, minha vida pessoal é em muitos aspectos um tanto complicada. Meus amigos me acham meio doido, minha família sempre se mantém afastada de mim, as mulheres que conheço se afastam de mim por eu ser meio diferente (o ser humano tem medo daquilo que é diferente), tanto que todos os meus relacionamentos duradouros (exceto um, que me fez sofrer muito...) foram com mulheres que conheci via Internet, onde elas primeiro me conheceram por dentro antes de me ver por fora. Meu trabalho é afetado por esse conhecimento todo, embora seja afetado de uma boa forma, às vezes as pessoas estranham como certas coisas são simples pra mim e como eu tenho uma certa consciência disso (aí me chamam de metido, de antipático e coisas assim... Mas não é nada disso, não é metidez, é que é simples mesmo...).
Outros (e outras) me chamam de doido por que já recusei várias propostas de trabalho tidas como irrecusáveis simplesmente por envolverem muito dinheiro, mas dinheiro não me interessa. Desde que eu tenha o suficiente pra viver, fazer minhas coisas e manter meu jeito de ser, pra mim tá bom. O que eu não posso aceitar são imposições de horários, jeitos de vestir e coisas assim simplesmente por dinheiro.
Por que sempre reclamo dos horários? Ora, sou notívago, sempre "funcionei" melhor à noite, desde pequeno, logo é à noite que faço as coisas interessantes, e se a parte importante de minha vida acontece à noite, como posso acordar as 07:00, pra estar num "emprego" as 08:00? Pra mim é melhor manter a minha empresa (mesmo bem pequena) e acordar as 09:00... Agora mesmo, são 00:48, se eu tivesse ido dormir as 22:00 simplesmente este post não estaria sendo postado...
Outros me criticam por que falo que não quero mais ter filhos (eu tenho um), ora, imagine agora, neste momento onde tudo começou a andar pra valer eu ter outro filho? Ou um ou outro seria extremamente prejudicado, ou eu não daria atenção nenhuma ao meu filho e tocaria meus projetos, ou pararia todos os projetos pra dar atenção ao meu filho. Eu simplesmente não vou fazer nem uma coisa nem outra, simplesmente não quero mais ter filhos, assim posso tocar meus projetos sem prejudicar ninguém.

Grande parte de meus sentimentos foram levados embora pra longe. Então é melhor eu parar de tentar acreditar no amor e passar a acreditar no que eu posso E VOU fazer... Então deixemos a melancolia de lado e vamos trabalhar. Quem quiser me dar valor, que dê o devido valor e me aceite como EU SOU. Quem não me der valor vai simplesmente passar a não existir mais em minha vida, mesmo que isso complique as coisas por um tempo.

Gente, desculpem pelo "postão melancólico e descritivo" mas uma hora eu tinha que começar a por isso pra fora, tanto a parte boa quanto a parte ruim...

E agora como é de costume, boa música. Dois clips da banda Evanescence, já legendados, assim não vou precisar postar a tradução, apenas a letra original. E o significado pra mim? Quem tiver entendimento que entenda...





Evanescence - My Immortal

I'm so tired of being here.
Suppressed by all my childish fears.
And if you have to leave,
I wish that you would just leave.
Cause your presence still lingers here,
and it won't leave me alone.

These wounds won't seem to heal,
this pain is just too real,
there's just too much that time cannot erase.

When you cried I'd wipe away all of your tears,
When you'd scream I'd fight away all of your fears.
and I held your hand through all of these years. 
But you still have...
All of me.

You used to captivate me by your resonating light,
Now I'm bound by the life you left behind.
Your face it haunts my once pleasant dreams
Your voice has chased away all the sanity in me.

These wounds won't seem to heal,
this pain is just too real,
there's just too much that time cannot erase.

When you cried I'd wipe away all of your tears,
When you'd scream I'd fight away all of your fears.
and I held your hand through all of these years. 
But you still have...
All of me.

I've tried so hard to tell myself that you're gone.
But though you're still with me,
I've been alone all along.

When you cried I'd wipe away all of your tears,
When you'd scream I'd fight away all of your fears.
and I've held your hand through all of these years. 
But you still have...
All of me.


Evanescence - Breathe no More

I've been looking in the mirror for so long,
That I've come to believe my soul's on the other side.
All the little pieces falling, shatter.
Shards of me,
Too sharp to put back together.
Too small to matter,
But big enough to cut me into so many little pieces.
If I try to touch her,
And I bleed,
I bleed,
And I breathe,
I breathe no more.

Take a breath and I try to draw from my spirits well.
Yet again you refuse to drink like a stubborn child.
Lie to me,
Convince me that I've been sick forever.
And all of this,
Will make sense when I get better.
but I know the difference,
Between myself and my reflection.
I just can't help but to wonder,
Which of us do you love.
So I bleed,
I bleed,
And I breathe,
I breathe no...
Bleed,
I bleed,
And I breathe,
I breathe,
I breathe-
I breathe no more.

quarta-feira, 3 de março de 2010

Depois de um desabafo...

Resolvi postar mais uma, só pra descontrair...



Os Seminovos - Foi o cão!

Fui num feriado
Pra Caruaru
Conheci uma gostosa
E enchi a cara de Pitu

Levei ela pro carro
Eu tava bem chapado
O clima esquentou
E de repente eu tava ali pelado

Chega a polícia
Já tocando terror
Acabei em cana
Por atentado ao pudor

Eu tonto e pelado
Vem a televisão
Lembrei do Jeremias
Disse: Cara foi o cão...
Que pôs pra nós beber!
(Foi o cão!)
Que pôs pra nós beber!

Fiquei agressivo
Sem qualquer motivo
Matava até o delegado
Se fosse abusivo
Chutei cadeira e mesa,
Aprontei arruaça
Ninguém acreditava
Que aquilo era só cachaça

Acordei na cela
De ressaca e com fome...
E o guarda ainda zoando:
“Esse não é cabra home!

Deixei a cidade
Com a estranha sensação
De que era inocente
Aquilo foi obra do cão!
Que pôs pra nós beber!
(Foi o cão!)

Ninguém me veria no normal
Louco com uma tarja no bilau
Na Internet e na televisão
Por isso é que eu garanto:
Foi obra do cão!
Que pôs pra nós beber!

Lara Fabian - I am

O que não pode ser dito às vezes pode ser ouvido...  Abaixo segue a música e a letra com a tradução... Certas coisas não precisam ser explicadas...
 


Lara Fabian - I am

How many miles, how many steps must I take?
How many tears, how many times can I break?
Show me the meaning now
Show me the reasons why
Does it make sense somehow?

All that I am is what I was and who I'll be
Here where I stand is all I have
And what you see
Take theses empty hands
This is all I am
I am

I'm letting go
Don't wanna fight anymore
I need to show every side of my heart
Now I can face the night
Daring to dream again
Suddenly I'm alive

All that I am is what I was and who I'll be
Here where I stand is all I have
And what you see
Take theses empty hands
This is all I am
I am
This is all I am

I never thought alone had a beautiful side
Till I surrendered
You never felt the wind till you run for your life

All that I am is what I was and who I'll be
Here where I stand is all I have
And what you see
All what I am
Here where I stand
Take theses empty hands
Take theses empty hands
This is all
I am
I am
This is all I am

--------------------- Tradução ---------------------------

Quantas milhas, quantos passos eu devo dar?
Quantas lágrimas, quantas vezes eu posso me ferir?
Me mostre o significado agora
Me mostre as razões, o porquê
De algum jeito isso faz sentido?

Tudo o que eu sou é o que eu fui e o que serei
Aqui onde eu estou é tudo o que eu tenho
E o que você vê.
Pegue estas mãos vazias,
Isto é tudo o que eu sou
Eu sou

Estou deixando ir
Não quero mais lutar
Preciso mostrar cada lado do meu coração
Agora eu posso encarar a noite
Ousando sonhar novamente
De repente estou vivendo

Tudo o que eu sou é o que eu fui e o que serei
Aqui onde eu estou é tudo o que eu tenho
E o que você vê.
Pegue estas mãos vazias,
Isto é tudo o que eu sou
Eu sou
Isto é tudo o que sou

Nunca pensei que a solidão tivesse um lado bonito
Até que eu me rendi
Você nunca sentiu o vento, até correr por sua vida

Tudo o que eu sou é o que eu fui e o que serei
Aqui onde eu estou é tudo o que eu tenho
E o que você vê.
É tudo o que sou
Aqui onde eu estou
Pegue estas mãos vazias,
Pegue estas mãos vazias,
Isto é tudo o que eu sou
Eu sou
Isto é tudo o que eu sou

Início da construção do protótipo de motor antigravitacional

Após o sucesso da experiência com o gerador de táquions, esta semana vou construir outro protótipo, vou construir um levitador Schürmann que (pelo menos em teoria) anula a gravidade ao redor dele. As naves auxiliares Pégasus e Argo utilizam 4 destes motores para operações VTOL (Vertical Take-Off and Landing - Pouso e Decolagem Vertical) e também para diminuir drasticamente a velocidade de reentrada atmosférica.

Cada motor é composto de:

  1. dois discos de alumínio com 90cm de diâmetro
  2. 40 ímãs de neodímio (20 em cada disco)
  3. 20 conjuntos de bobinas eletromagneticas coaxiais (10 em cada disco) 
  4. uma "caixa" de alumínio selada, onde se faz vácuo. 
  5. Um giroscópio eletrônico e dois servomotores de alta velocidade
  6. Um eixo central rolamentado (com rolamentos de cerâmica)
  7. Duas Baterias automotivas de 12v 
 O projeto é simples, e ao que tudo indica, após aplicar as equações de Schauberger e Fran de Aquino juntas, parece que funciona bem... Vou comprar o material hoje a tarde e pra semana vou contando o que aconteceu...

p.s.: Cliquem em meus anúncios, assim poderei continuar com as pesquisas...

Abraços a todos.