Pesquisar no blog do raposão

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Um novo projeto e alguns "insights"


Vocês me acompanham a muito tempo aqui no blog. Tem gente que lê o que escrevo aqui desde o início do blog, lá pelos idos de 2009 e 2010, quando nunca pensei que ia escrever tanta coisa aqui...

Porém, ultimamente tenho tido uma profusão de ideias as quais simplesmente não caberiam aqui, e por este motivo, simplesmente preciso de algo em um formato maior... Mas o que seria maior que um blog? O que poderia "atingir" um número maior de pessoas?

Só conheço uma coisa: Um livro!

Então foi essa a decisão: Vou escrever um livro! Não sei ainda quando vai ficar pronto, mas já comecei! O nome do livro será BUSCADORES e não, não tem nada a ver com informática e sim com o nosso planeta, nosso meio ambiente, nossa ciência, o universo e por fim, a natureza humana.

Não sei onde essa empreitada vai dar, mas não custa tentar! Ando querendo mudar alguns rumos da minha vida e este pode ser um começo.

Conto com o apoio de vocês!

Abraços a todos.

sábado, 27 de maio de 2017

Liberte-se!



Você é livre? Vive com aquela certeza de que controla sua vida? Tem certeza? Você acorda, vai para o trabalho, faz suas atividades diárias e depois volta pra sua casa? Ou então, vive uma vida de consumo, de festas, baladas... Você é livre? Te pergunto novamente... Já se perguntou isso? Liberdade é não ter a quem prestar contas, é não ter cordas te prendendo. É não ter medo.

Se você vive com medo de algo, aquele medo te prende e não te dá liberdade.

Tem medo de sair na rua por conta da violência? Você não é livre.
Tem medo do que tem na sua água, na sua comida ou no ar que você respira? Você não é livre.
Tem medo de andar de avião, de viajar pra longe? Você não é livre.
Tem medo de fazer algo diferente pois "Deus tá vendo"? Você não é livre.
Você passa pela rua e não presta atenção no mundo a sua volta? Não vê as crianças brincando, os animais se divertindo e mesmo pessoas necessitadas passam despercebidas pra você? Sinto lhe informar, você não é livre. Sua vida foi tomada pelo tom sépia do desprezo. E advinha... Você não é livre!

Quando fez algo pra se libertar?

Ouse, faça, viva. Seja sem limites, sem medos e sem ganchos.

Pra acompanhar a sensação de liberdade, um bom trance drum n'bass...

 (Tem gente que não vai gostar.. Mas é música pra olhar as imagens e deixar a mente viajar)

domingo, 4 de setembro de 2016

Animatrix - Contando algo que SIM pode acontecer...

         Umas 3 ou 4 postagens atrás, falei sobre inteligência artificial e citei o filme de animação "ANIMATRIX", eu ia postar vídeos junto com a postagem anterior, mas não encontrei o que queria... Por sorte, alguém postou esses vídeos e agora vou postar aqui. Espero que gostem.

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Amanda Lee - Call your Heroes (Attack on Titan Medley)


--- Tradução ---

Ele perdeu seu irmão há um mês... 
Sua foto está na parede, e isso me lembra...
De quando ele me trazia café, seu sorriso...
E queria poder estar com ele, até meu último dia.

Sem poder olhar pra trás - Eles não vão voltar.
Sem poder ter medo, porém, dia após dia..
Isso é como um pesadelo
E me dói muito, porque ninguém quer morrer tão depressa
Lembro-me do dia do luto, agora é estranho pra mim.
Eu posso ver seu rosto - Eu posso ouvir sua voz.

Estou chorando, com saudades do meu amor.
Não tenho sua força ao meu lado pra sempre.
Oh, onde está o meu amor? Nesta hora final?
Estou só aqui, hoje, chamando seu nome.

Ah, Ah, Ahhh, Ah, Ah, Ahhh, Ahhh, Ahhh...

Sie sind das Essen? Und wir sind die Jäger
(Você é a presa? Não, sou o caçador!)
Sie sind das Essen? Und wir sind die Jäger
(Você é a presa? Não, sou o caçador!)
Sie sind das Essen? Und wir sind die Jäger
(Você é a presa? Não, sou o caçador!)
Sie sind das Essen- Sie sind das Essen- 
(Você é a presa? Você é a presa?)

Finalmente marchamos em vitória, esta é nossa primeira glória.
Oh, meu amigo vamos comemorar a vitória, quando nos encontrarmos.
Neste belo e cruel mundo, tão escuro e amedrontador.
Nunca obteremos um sinal? Ou uma razão para ainda estarmos vivos?

Alguém chavama pelo meu nome,
Mas agora não entendo palavra alguma
É este o fim que não podemos reparar?
Estamos morrendo lentamente.
Se estivessemos aqui, apesar do medo, devemos continuar lutando!

Não sabemos o que deu errado nesta noite.
Todos não tem onde se esconder
Não sobrou ninguém, e não há ninguém para continuar
Tudo o que sei, é que minha vida acabou.

(instrumental)

Cante pelos heróis relutantes
Oh, me dêem sua força
Nossas vidas são tão curtas
Oh, onde está meu amor?
Eu posso ver seu rosto
Eu posso ouvir sua voz.

Hoje só aqui, hoje.
Chamando pelos meus heróis, relutantes...

---- Original ----

 He lost his brother a month ago
His picture's on the wall, and it reminds me
When he brings me coffee, his smile
I wish I could be with him, til my last day

Can't look back- they will not come back
Can't be afraid, but time after time
It is like a nightmare
And its pain for me, because nobody wants to die too fast
Remember the day of grief, now it's strange for me
I can see your face, I can hear your voice

I'm crying, missing my lover
I don't have the power on my side forever
Oh, where is my lover? In this final hour,
I'm standing alone today.. Calling out your name!

Ah, ah, ahhh, ah Ah, ahh, ahhh ahh...

Sie sind das Essen? Und wir sind die Jäger
Sie sind das Essen? Und wir sind die Jäger
Sie sind das Essen? Und wir sind die Jäger
Sie sind das Essen- Sie sind das Essen-

Finally we march in victory, this is our first Gloria
Oh, my friend, let's toast to victory when we meet again
In this beautiful, cruel world so dark and frightening
Are we never to obtain a sign? Or a reason why we're still alive?

Someone once was calling out my name,
But now I can't make out a single word
Is this the end we cannot mend?
We're slowly dying
If we're here, despite the fear, we must keep fighting

We don't know what went wrong tonight
Everybody's got no place to hide
No one's left and there's no one to go on
All I know, is my life is gone

(instrumental)

Sing for reluctant heroes
Oh, give me your strength
Your lives are too short
Oh, where is my lover
I can see your face-
I can hear your voice.

Now I'm standing alone today
Calling out my reluctant heroes...

-----------------------------------------------------------------------------------------------

Às vezes não sabemos o que dizer ou como descrever algo... Nestas horas, sempre haverá uma música que faça isso com perfeição.

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Depressão

O que é depressão?

Todos nós ocasionalmente nos sentimos tristes ou "pra baixo". Mas estes sentimentos geralmente têm vida curta e passam em alguns dias. Quando se tem depressão, ela interfere com a vida diária e causa sofrimento tanto para a pessoa como para os que a cercam. A depressão é comum, mas é uma doença muito séria.
Muitas pessoas com um transtorno depressivo nunca procuram tratamento. Porém a maioria, mesmo aqueles com os quadros mais graves, podem melhorar com tratamento.

Quais são as diferentes formas de depressão?

Existem diversas formas de transtornos depressivos.
O Transtorno Depressivo Maior ou depressão maior é caracterizado por uma combinação de sintomas que interfere na habilidade de uma pessoa para trabalhar, dormir, estudar, comer e desfrutar de atividades prazerosas. A Depressão Maior é debilitante e impede a pessoa de funcionar normalmente. Algumas pessoas podem ter apenas um único episódio durante a vida toda, porém o mais frequente é que a pessoa tenha múltiplos episódios.
A depressão é comum, mas é uma doença muito séria. A maioria dos que apresentam depressão necessitam tratamento para melhorar.
Transtorno Distímico ou distimia é caracterizada por um longo período (2 anos ou mais) de sintomas que podem não ser graves o suficiente para debilitar a pessoa, mas podem impedir um funcionamento normal ou a sensação de bem estar. Pessoas com distimia podem também vivenciar um ou mais episódios de depressão maior durante a suas vidas.
Depressão Menor é caracterizada por apresentar sintomas por 2 semanas ou mais que não preenchem completamente os critérios para depressão maior. Sem tratamento, as pessoas com depressão menor estão em risco de desenvolver o quadro de depressão maior, mais grave.
Algumas formas de depressão são discretamente diferentes ou podem se desenvolver sob circunstâncias especiais. Contudo, nem todos concordam em como caracterizar e definir estas formas de depressão. Elas incluem:
  • Depressão psicótica ocorre quando a pessoa tem depressão grave mais alguma forma de psicose, como apresentando crenças falsas perturbadoras ou uma ruptura com a realidade (delírios), ou ouvindo ou vendo coisas desagradáveis que os outros não conseguem ouvir ou ver (alucinações).
  • Depressão pós-parto, que é muito mais grave que a chamada "baby blues" que muitas mulheres sentem após dar à luz, quando mudanças físicas e hormonais e a nova responsabilidade da maternidade podem ser angustiantes. Estima-se que 10 a 15 por cento das mulheres apresentam depressão pós-parto após dar à luz.
  • Transtorno afetivo sazonal (TAS), que é caracterizado pelo surgimento da depressão durante os meses de inverno, quando há menos exposição de luz solar natural. A depressão geralmente melhora durante a primavera e o verão. O TAS pode ser tratado efetivamente com foto terapia, mas quase a metade destes pacientes não melhoram apenas com a foto terapia ou terapia de exposição à luz. Os antidepressivos e psicoterapia podem reduzir os sintomas do TAS, tanto isoladamente quanto em associação com a foto terapia.
O Transtorno Bipolar, também chamado doença maníaco-depressiva, não é tão comum quanto a depressão maior ou a distimia. O Transtorno Bipolar é caracterizado por mudanças cíclicas do humor - de extremos altos (por ex., mania) a extremos baixos (por ex., depressão). Neste site você encontra informações mais detalhadas sobre o transtorno bipolar.

Quais são os sinais e sintomas da depressão?

Pessoas com depressão não sofrem todas dos mesmos sintomas. A gravidade, frequência e duração dos sintomas variam dependendo do indivíduo e sua doença particular.
Sinais e sintomas incluem:
  • Tristeza persistente, ansiedade ou sentimentos de "vazio"
  • Sentimentos de desesperança ou pessimismo
  • Sentimentos de culpa, de não ter valor, de não poder ser ajudado
  • Irritabilidade, inquietação
  • Perda de interesse em atividades ou hobbies que antes achava prazerosos, incluindo sexo
  • Fatiga e diminuição da energia
  • Dificuldades para concentrar-se, lembrar detalhes e tomar decisões
  • Insônia, despertar precoce ou sono excessivo
  • Aumento ou diminuição do apetite
  • Pensamentos suicidas, tentativas de suicídio
  • Dores no corpo, dores de cabeça, cólicas e problemas digestivos que não melhoram com tratamento.

Que doenças costumam coexistir com a depressão?

Outras doenças podem surgir antes da depressão, causar a depressão ou ser uma consequência desta. Mas a depressão e outras doenças interagem de maneira diferente em diferentes pessoas. Em todo caso, doenças coexistentes necessitam ser diagnosticadas e tratadas.
Transtornos ansiosos, como o transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), transtorno obsessivo-compulsivo, transtorno do pânico, fobia social e transtorno de ansiedade generalizada, frequentemente acompanham a depressão.3,4 TEPT pode ocorrer após a pessoa vivenciar um fato terrível, como um assalto violento, um desastre natural, um acidente, um combate militar ou atentado. Pessoas com TEPT são especialmente suscetíveis a sofrer de depressão.
Em um estudo do Instituto Nacional de Saúde Mental dos Estados Unidos (NIMH), os pesquisadores encontraram que mais de 40% das pessoas com TEPT também tiveram depressão quatro meses após o evento traumático.
O abuso ou dependência de álcool e outras substâncias também podem coexistir com a depressão. Pesquisas mostram que transtornos depressivos e abuso de substâncias ocorrem juntos com frequência.
A depressão também pode ocorrer com outras doenças médicas graves como doença cardíaca, acidente vascular cerebral, câncer, HIV/AIDS, diabetes e doença de Parkinson. Pessoas que têm depressão junto com outras doenças médicas tendem a apresentar mais sintomas graves tanto da depressão quanto da doença médica, mais dificuldades para se adaptar à condição médica e maiores custos médicos do que aqueles que não apresentam depressão coexistente. Tratando a depressão pode também melhorar o desfecho do tratamento da outra doença coexistente.

Qual a causa da depressão?

Aparentemente, a depressão é causada por uma combinação de fatores genéticos, biológicos, ambientais e psicológicos.
As doenças depressivas são transtornos do cérebro. As teorias mais duradouras sugerem que importantes neurotransmissores - substâncias químicas usadas pelas células do cérebro para comunicação entre si - estão desbalanceadas na depressão. Mas tem sido difícil provar isto com certeza.
As tecnologias de imagem cerebral, como a Ressonância Nuclear Magnética (MRI), têm mostrado que o cérebro das pessoas com depressão parece diferente das pessoas sem depressão. As partes do cérebro ligadas ao humor, pensamento, sono, apetite e comportamento parecem diferentes. Mas estas imagens não mostram por que a depressão ocorreu. Elas também não podem ser usadas para diagnosticar a depressão.
Alguns tipos de depressão tendem a ocorrer em famílias. Entretanto, a depressão também pode ocorrer em pessoas sem história familiar. Os cientistas estão estudando certos genes que parecem tornar algumas pessoas mais suscetíveis à depressão. Algumas pesquisas genéticas indicam que o risco para depressão resulta da influência de diversos genes agindo juntos com influências ambientais e outros fatores. Somado a isso, traumas, perda de um ente querido, um relacionamento difícil ou qualquer situação estressante pode ser o gatilho de um episódio depressivo. Outros episódios depressivos podem ocorrer com ou sem uma causa óbvia aparente.
As pesquisas indicam que as doenças depressivas são transtornos do cérebro.

Como as mulheres vivenciam a depressão?

A depressão é mais comum em mulheres do que em homens. Fatores biológicos, do ciclo de vida, hormonais e psicossociais vivenciados pelas mulheres podem estar ligados às maiores taxas de depressão entre as mulheres. Os pesquisadores têm demonstrado que os hormônios afetam diretamente a química cerebral que controla as emoções e o humor. Por exemplo, as mulheres estão especialmente vulneráveis a desenvolver depressão pós-parto após dar à luz, quando mudanças físicas e hormonais e a responsabilidade de cuidar de um recém nascido podem ser muito angustiantes.
Algumas mulheres podem também apresentar uma forma grave de síndrome pré-menstrual, chamado de transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM). O TDPM é associado às mudanças hormonais que ocorrem no período da ovulação e quando a menstruação começa.
Durante a transição para a menopausa, algumas mulheres sofrem um aumento no risco para depressão. Somado a isso, a osteoporose – perda óssea – pode ser associada à depressão. Os cientistas estão explorando todas estas possíveis conexões e como os picos e quedas cíclicas do estrógeno e outros hormônios podem afetar a química cerebral da mulher.
Finalmente, muitas mulheres sofrem a sobrecarga de trabalhar for a e dentro de casa, ter de cuidar de crianças e pais idosos, abuso, pobreza e imposições sociais nos relacionamentos. Entretanto, ainda não está claro porque algumas mulheres sofrem tantos desafios e entram em depressão enquanto outras, diante das mesmas circunstâncias, não são afetadas.

Como os homens vivenciam a depressão?

Os homens frequentemente vivenciam a depressão de modo diferente das mulheres. Enquanto as mulheres deprimidas são mais propensas a sentimentos de tristeza, menos valia e culpa excessiva, os homens são mais propensos a referir muito cansaço, irritação, perda de interesse em atividades que antes achavam prazerosas e dificuldades para dormir.
Os homens também têm uma maior tendência em relação às mulheres a voltar-se para o álcool e outras drogas quando estão deprimidos. Eles também podem tornar-se frustrados, desencorajados, irritados, bravos e muitas vezes abusivos. Alguns homens se jogam no trabalho para evitar conversar sobre sua depressão com a família e amigos ou se comportam de forma imprudente. E apesar de mais mulheres tentarem o suicídio, muito mais homens morrem por suicídio nos Estados Unidos e também no Brasil.

Como os idosos vivenciam a depressão?

A depressão não é uma parte normal do envelhecimento. Estudos mostram que a maioria dos idosos se sente satisfeita com suas vidas, apesar de terem mais doenças e problemas físicos. Contudo, quando idosos têm depressão, ela pode passar despercebida, porque estes podem apresentar sintomas diferentes, menos óbvios. Eles podem ter uma menor tendência a vivenciar ou admitir sentimentos de tristeza ou luto.
Algumas vezes pode ser difícil distinguir luto de depressão maior. O luto após a perda de um ente querido é uma reação normal à perda e geralmente não requer um tratamento por parte de um profissional de saúde mental. Entretanto, um luto complicado e que dura por muito tempo após a perda, pode precisar tratamento. Os pesquisadores continuam pesquisando as relações entre o luto complicado e a depressão maior.
Os idosos também podem ter mais condições médicas como doenças cardíacas, acidente vascular cerebral ou câncer, que podem causar sintomas depressivos. Ou eles podem estar em uso de medicações cujos efeitos colaterais contribuem para a depressão. Alguns idosos podem apresentar o que os médicos chamam de depressão vascular, também chamada de depressão arteriosclerótica ou depressão isquêmica subcortical. A depressão vascular pode ser resultado de quando os vasos sanguíneos se tornam menos flexíveis e rígidos com o tempo, tornando-se constritos. Essa rigidez dos vasos impede que o sangue flua normalmente pelos órgãos do corpo, incluindo o cérebro. Os pacientes com a depressão vascular podem ou estão em risco para a coexistência de doença cardíaca ou derrame.
Apesar de muitas pessoa acharem que os níveis mais altos de suicídio estão entre os jovens, homens idosos com idade superior aos 85 anos possuem na verdade os maiores índices de suicídio dos Estados Unidos. Muitos possuem uma depressão que seus médicos não perceberam, mesmo sabendo que muitos destes pacientes visitaram um médico no período de um mês antes do suicídio.

Em tempo, apenas aqueles que já vivenciaram ou convivem com a depressão conseguem entender exatamente o que ela é.

Criação e Responsabilidade

Estamos prontos?

Fazem alguns anos (uns 30) que acompanho a informática e a tecnologia em geral. Sempre vi um aumento exponencial da capacidade de processamento e da complexidade dos microprocessadores. Mas de um tempo pra cá, outra "onda tecnológica" começou a tomar conta: A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL. E não é aquela que víamos em filmes, com grandes computadores inteligentes, ou computadores em espaçonaves. E sim, robôs com características humanóides.

Tudo isso é muito bom, estamos aprendendo a criar coisas cada vez mais fantásticas, mas... Existe aí um fator complexo que não está sendo levado em consideração.

É normal termos vontade de evoluir e criar consciência, afinal, somos fruto da evolução. Porém, o que será que irá acontecer quando o "Fator Chobits" finalmente entrar em voga?

Fator Chobits - O anime "Chobits" conta a história de uma androide que se apaixona por um humano, mas a grande pergunta que só é respondida no último episódio é: Será que um humano pode amar uma máquina?

Pelo que conheço de evolução tecnológica, conseguiremos tal "feito" quando atingirmos a marca de 1000 núcleos de processamento por microprocessador. Por que isso? Simples! Será quando atingiremos processamento suficiente pra termos reações emocionais reais. Entenda, o cérebro humano tem 2 bilhões de neurônios, cada neurônio é um processador somador de pesos. Porém, o sistema biológico é muito lento quando comparado ao sistemas eletrônicos. Por isso precisamos de 2 bilhões de processadores. Mas os sistemas atuais, não. Cada processador atual é capaz de simular até 800 neurônios simultâneamente (valor de um core i5 da quarta geração, que processa bem 200 neurônios por núcleo). Cada neurônio simulado é cerca de 80 vezes mais veloz que os neurônios biológicos que temos. Ou seja, processador equivale a 16 milhões de neurônios, com 1000 núcleos, esse fator é multiplicado por 100, o que dá 1.6 bilhões de neurônios. Bom, já chegamos perto dos 2 bilhões de neurônios que temos. De quebra, um sistema digital não precisa fazer tanta "força" para aprender a controlar seu "hardware", como nós fazemos. Computadores aprenderiam a andar, falar e etc em alguns minutos.

Logo, estamos próximos de criar uma real consciência. E quando conseguirmos, teremos aceitação e responsabilidade para com nossa criação? Saberemos lidar com uma máquina que apresente sentimentos reais? Saberemos gostar de uma máquina como gostamos de uma pessoa? Saberemos amar sem olhar "de quê" a pessoa (sim, pessoa a nível de consciência) é feita?

Ou será que acontecerá o que aconteceu em Matrix - O segundo renascer?

Aos humanos, deixo essa pergunta...

Lembrando: Jamais podemos criar escravos inteligêntes. Não é ético.

Abaixo, alguns links contendo exemplos de onde já estamos:

http://www.tecmundo.com.br/tecnologia-militar/106775-inteligencia-artificial-combate-surra-pilotos-caca-veteranos.htm
 
 
 
E como não poderia deixar de colocar música em tudo (e um pouquinho de Chobits...)

 

Rie Tanaka - I Hear You Everywhere (Eu te escuto em todo lugar)

Kurai yoru no yami no kaze no naka de
Shizuka ni sotto me o samasu toki
Douka saisho ni utsuru sono sekai ga
Mimi ni fureru sono koe ga
Kyou mo ano hito de aru you ni
Soko kara subete ga umarete
Dare mo ga kurushimanai de sumu you ni

Ano hito to no machi ga suki
Ano hito to no ame ga suki
Ano hito to no oto ga suki

I hear you everywhere

Tsumetai asa hanareteitta toshite mo

Sora wa nan no ichibu nandarou
Kitto chiisana hanabira mitai ni
Wazuka de kasuka de
Ki ni mo tomenai you na
Ooki na sora ga sono ue o iku

Hateshinai yozora
Anna fuu ni naretara
Chikaku ni iraretara
Subete o wake atte iketara ii no ni

Ano hito to no sora ga suki
Ano hito to no uta ga suki
Ano hito to no oto ga suki

I hear you everywhere

Kikoeteru yo
Mou aenai to wakatte mo

Ano hito to no sora ga suki
Ano hito to no uta ga suki
Ano hito to no oto ga suki

I hear you everywhere

Kikoeteru yo
Mou aenai to wakatte mo

(i hear you everywhere)


terça-feira, 17 de maio de 2016

O respeito coletivo e a falta de consciência urbana


Como todo mundo sabe, não gosto de ir ao trabalho de carro devido aos custos que vem com a prática (manutenção do veículo, gastos com combustível, preço absurdo dos estacionamentos, riscos de batidas e stress no trânsito). Sempre andei de metrô e com isso, nunca tive problemas de mobilidade urbana.

Porém, a alguns dias, o metrô entrou de greve.

Como sou uma pessoa que se adapta as adversidades, resolvi encarar o desafio de andar de ônibus...

Foi um DESASTRE.. Ônibus lotado, fedido, lento, barulhento e muito, muito desconfortável. Hoje o motorista achou que aquele caminhão disfarçado de ônibus era o famoso "coração de mãe", onde sempre cabe mais um... Fico pensando nas pessoas que tem que passar por isso todos os dias, nas pessoas que carregam compras e filhos nisso.

Mas o que me incomoda, é saber que nossos representantes no governo permitem que empresas permissionárias (que participaram da licitação que liberou as permissões) tratem seus passageiros desta forma.

O mais estranho é que este é um problema de fácil solução. Já existem ônibus melhores que podem ser aplicados as cidades. Ônibus melhores, maiores e muito mais eficientes.




Síndrome do coração partido (Informação médica)

 
 
 A Síndrome do coração partido, também conhecida de Cardiomiopatia de Takotsuba, é um problema raro que provoca sintomas semelhantes aos de infarto, como dor no peito, falta de ar ou cansaço, e que surge em períodos de grande estresse emocional, como durante uma separação ou após o falecimento de um familiar, por exemplo.
Geralmente, a Síndrome do coração partido surge em mulheres com idade perto dos 40 anos, mas pode surgir em qualquer idade, afetando também homens.
A Síndrome do coração partido, normalmente, é considerada uma doença psicológica, porém, estudos hemodinâmicos mostram que, durante a Síndrome, os ventrículos do coração não contraem corretamente, resultando numa imagem semelhante a um coração partido.

Tratamento para Síndrome do coração partido

O tratamento para a Síndrome do coração partido deve ser orientado por um Clínico Geral na emergência ou um Cardiologista. Há também a necessidade de uma consulta com um psicólogo, uma vez que é necessária ajuda psicológica para permitir que o paciente ultrapasse o trauma que está causando o acúmulo de estresse emocional.
Porém, nos casos mais graves, pode ser necessário internamento hospitalar para fazer o tratamento com remédios para o coraçãode forma a prevenir um infarto agudo do miocárdio.
Geralmente, o tratamento para a Síndrome do coração partido é rápido e o paciente pode sentir melhoras dos sintomas após 1 semana. No entanto, nos casos em que é necessário internamento, o tratamento pode durar mais de 2 meses.

Causas da Síndrome do coração partido

As principais causas da Síndrome do coração partido incluem:
  • Morte inesperada de um familiar ou amigo;
  • Ser diagnosticado com uma doença grave;
  • Perder uma grande quantidade de dinheiro;
  • Ser separado da pessoa amada, através de divórcio, por exemplo.
Estas situações provocam um aumento da produção de hormônios do estresse no organismo, que podem gerar contração de alguns vasos cardíacos, lesando o coração.
Além disso, também existem alguns remédios, como Epinefrina,Dobutamina, Duloxetina ou Venlafaxina, que podem produzir hormônios do estresse e provocar a Síndrome do coração partido.

Sintomas da Síndrome do coração partido

O paciente com Síndrome do coração partido pode apresentar alguns sintomas, como:
  • Aperto no peito;
  • Dificuldade para respirar;
  • Tonturas e vômitos;
  • Perda de apetite ou dor no estômago;
  • Raiva, tristeza profunda ou depressão;
  • Dificuldade para dormir
  • Cansaço excessivo;
  • Perda de autoestima, sentimentos negativos ou pensamento suicida;
Normalmente, estes sintomas surgem após uma situação de grande estresse e podem desaparecer sem tratamento. No entanto, caso a dor no peito seja muito forte ou o paciente tenha muita dificuldade para respirar, é recomendado ir ao pronto-socorro para fazer exames, como eletrocardiograma e exames de sangue, para avaliar o funcionamento do coração.

sexta-feira, 27 de março de 2015

E a crueldade e a verdadeira maldade fez mais vítimas. Desta vez, muitas...

"Ei cara, dor de amor não mata ninguém! Ahã... Sei... CLICK."

          Esta semana, o mundo assistiu perplexo a queda deliberada de um Airbus A320 da Germanwings. Os jornais tentaram explicar o que pareceu inexplicável. As pessoas do mundo todo criticaram e chamaram o co-piloto, comandante Andreas Lubitz, de assassino, louco e outras tantas denotações pejorativas.

Deixo claro aqui que não aprovo de forma alguma o ato desesperado que ele cometeu, que tirou a vida de pelo menos 149 pessoas que "não tinham nada a ver com o peixe", destruiu muitas famílias, muitos sonhos e é claro, muitos outros futuros. Mas também não posso deixar de citar o fato de que todos estão falando do resultado e esquecendo de falar da causa. Enquanto a causa não for curada, casos assim irão ocorrer todos os dias. (Na verdade, já acontecem, mas como a maioria dos suicídios não vai parar na mídia, pouca gente fica sabendo. Alguém lembra da Amy Winehouse? Então...)

Porém, a grande pergunta que não quer e não vai calar nunca é: O que passava pela cabeça do rapaz naquele momento? Que dor tamanha era essa que leva uma pessoa a um desespero tão grande?

Aqui no blog, essa questão da dor já foi tratada. É o tipo de dor que já foi descrita como sendo a pior de todas as dores, pois mata a felicidade por dentro, sem chance de retorno.

A maioria das pessoas é incapaz de entender o que acontece quando uma pessoa está deprimida, principalmente pelo mal causado pela pessoa amada que simplesmente rasgou uma relação e foi embora. Muitos chamam de "frescura", outros apenas riem, alguns, ainda mais cruéis dizem que "já deu...", e mais alguns tentam ajudar, sem saber direito o que fazer. Mal sabem estas pessoas, que tais atitudes apenas pioram a situação. Quanto mais falarem pra pessoa esquecer, mais ela vai se lembrar do assunto.

Mas então, fica a dúvida: Não há nada que se possa fazer?

Sim, há!

Falar com a pessoa que causou tudo isso, no caso acima citado, a namorada do Andreas. Apenas ela teria evitado tal tragédia. Apenas ela teria curado a dor no coração dele. Apenas ela teria o poder de devolver o sorriso a ele. Se não houvesse tanta crueldade da parte dela, todas aquelas pessoas ainda estariam vivas.

Em um mundo realmente justo, seria lembrada a célebre frase de Antoine de Saint-Exupéry que diz:

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas."

No fundo, poucos entendem a importância dessa frase, e o que ela realmente quer dizer. As pessoas tendem a terminar um relacionamento do nada e com isso, tratar a outra pessoa como lixo. Muitas vezes, essas pessoas esquecem que as outras pessoas não são lixo, são pessoas. Não se pode jogar alguém fora quando bem se quer, não se pode terminar algo deixando todas as pontas soltas.

A importância de valorizar o que se cativa, termo esse que, com muita adequação, deveria ser aplicado a todos nós, essa responsabilidade que necessitamos exercer a quem se torna importante em nossas vidas, muitas vezes é deixada em conta a favor do nosso egoísmo e prepotência. É extremamente contundente perceber o quanto podemos deixar certas tarefas necessárias ao bom relacionamento de lado, finalizar relações e deixar com que as melhores lembranças e até mesmo o ser que participou com você de todas trocas e aprendizagens morra, se vá, como se o descarte fosse algo apropriado e mais indicado pra se fazer. É triste, cruel e decepcionante depois de ser cativado por alguém simplesmente perceber que a responsabilidade com que a pessoa que o fez deveria assumir, acaba se resumindo em uma falta de sensibilidade a ponto de transformar tudo aquilo que um dia foi vivo, em algo morto, inanimado. Esquecendo suas boas qualidades e as trocas que foram feitas durante dias, semanas, meses e anos de convívio. Toda a beleza que um dia foi exercida no contato com os seres cativantes, vão imediatamente sendo exterminadas em um tempo breve e insignificante, diante da grandiosidade que os dois representaram pra si mesmos.

Afinal, o que somos além de frágeis?
O que somos senão a própria "obsolescência programada" em pessoa?

Em um mundo ideal, quem fizesse isso teria que arcar com as consequências legais de tais atitudes. Mas infelizmente não é isso que ocorre. Vivemos em um mundo cruel, cheio de crueldade, cheio de pessoas cruéis. E sabemos a muito tempo que o mal venceu a primeira batalha.

Em um mundo ideal, a namorada do Andreas seria co-responsabilizada por todas as mortes dos passageiros daquele vôo.

Tudo que podemos fazer, é lutar para que um dia esse mundo se torne um lugar melhor para vivermos, ou procurarmos outro mundo, para lá tentarmos outra vez.

Mas é importante também, ressaltarmos o fato de que todas as pessoas que passam ou já passaram por esse tipo de maldade, morrem por dentro. A questão do suicídio apenas altera a velocidade com que as coisas ocorrem.

Eu mesmo já passei por isso e em um momento, um único segundo, decidi que eu deveria ir de forma lenta, pois tinha a responsabilidade de mostrar a todos os males causados pelo desamor. Essa escolha se deu também no comando de uma máquina veloz, onde tudo se torna fácil, rápido e extremamente eficiente. Bastaria um movimento e tudo estaria acabado. Nestas horas, um segundo se passa extremamente devagar. Em apenas um segundo você revive dias, meses e até anos. Em apenas um segundo você ri, chora, se alegra, se entristece e morre. E apenas depois disso vem o "click" da decisão.

Algumas pessoas, como eu, apenas resolvem esperar a hora chegar e vai levando a vida, sem muitos objetivos. Apenas esperando.

Outras, resolvem fazer de outra forma. Esperam o momento certo de ir embora. Quando esta decisão é tomada, quem está à volta nada percebe. Tudo fica normal, como se nada tivesse acontecido...

No caso do vôo 9525 da Germanwings, isso ficou bem claro. Nos registros do gravador de voz, estão lá, 16 minutos de conversas normais, então, por 10 minutos, as conversas se tornam extremamente formais. (Possívelmente, foi nesse momento, antes dos 10 minutos de conversas estritamente formais que a decisão final foi tomada.). Após este período, o piloto, comandante-capitão Patrick Sondenheimer se ausentou da cabine para ir ao banheiro. Pronto, foi o estopim final para a ação. Tudo que se pôde ouvir no gravador de voz após isso, foi a respiração calma e firme de Lubitz e as batidas na porta do resto da tripulação. Nos segundos finais, houveram gritos de todos, menos de Lubitz.

E aqui fica a pergunta que muitos não sabem a resposta: No que ele pensava nesta hora?

E a resposta é: Em nada. Posso apostar que ele apenas ajustou o piloto automático para a altitude mínima, colocou alguma música calma nos fones, apertou o "exec" que faz com que o avião execute o comando dado, fechou os olhos e apenas esperou a morte do corpo, pois no fundo, ele já não estava mais ali. E nada, não pensa em nada.

E essa foi a morte do corpo. Pois graças a uma pessoa cruel, o coração dele já estava morto a vários dias. A felicidade o abandonou, a tristeza tomou conta e o resto ficará na história.

Como sei de tudo isso? Além de entender mais do que o suficiente de aviões, sei muito bem pelo que ele passou, pois passei por tal situação também.

Seu ato não foi correto, seu ato foi desesperado e desproporcional, mas jamais irei julgar seus motivos.

E esse apenas foi mais um, nem o primeiro, nem o último... Enquanto a consciência das pessoas não mudar.

Eu, prefiro lembrar deste vôo assim:



Abraços a todos.

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

A beleza está na letra... Saeko Ichiba - Sayonara Solitia

Mais um que traduzo e faço a legenda...

Música que reflete a alma...

Linda, não?

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Vocaloid - Bad Apple - Maçã Ruim [Hidden Note]

Quem gosta de anime e de tecnologia como eu, sabe que o anime Macross Plus acertou uma previsão fantástica: Computadores que cantam. Sim, esta tecnologia já existe a um certo tempo e virou febre lá do lugar de onde isso veio...

De onde tinha que vir? Claro! Do Japão! Os japoneses são mesmo os melhores quando se trata de criar tecnologias voltadas a cultura.

Mas nós aqui do Brasil também sabemos usar estes programas que são capazes de cantar.

Seguindo certas músicas que estão presentes aqui no blog, apresento a vocês

Vocaloid Maika - Bad Apple


Pô Raposão, de novo a música em japonês? Não vai por a tradução não?

Calma gente, vou sim... Mas ao invés de apenas escrever, que tal colocar pra cantar?

Vocaloid Maika - Maçã Ruim


Pra quem nunca viu um computador cantando, e ainda mais cantando em português, tá aí um exemplo impressionante... Mas claro, ainda pode ficar melhor... Que tal assim?

Vocaloid Maika - Garota de Ipanema



Lindo, não? Se continuar assim, teremos mesmo uma Sharon Apple lá pra 2030...

Abraços a todos, e lembrem-se... É nos ritmos frenéticos que se escondem os melhores recados.,,

sábado, 27 de setembro de 2014

Within Temptation - Lost (Sem recado)

Mais um da série "Sem Recado"


E precisa?

Abraços a todos.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

May'n/Macross Frontier - Diamond Crevasse (Sem recado)


May'n - Diamond Crevasse (Diamante Partido)

Quando me apaixonei por um deus
não esperava que essa despedida pudesse acontecer

Se nunca mais pudermos nos tocar
eu gostaria que você me segurasse ao menos uma última vez

É uma longa, longa despedida...

Adeus... Adeus... Continuo dizendo...
Repetindo a mim mesma, melancolicamente.
Você está acenando por piedade, não é?
 Agora procuro por coragem.

Quando te conheci, as estrelas brilharam e eu nasci novamente.
 Enquanto eu amar... enquanto eu existir...
 O que aconteceria se ficássemos esperando por um milagre impossível?
Ofuscado em nossas lágrimas, o brilho do planeta se foi...

 Sempre me lembrarei do seu calor
do seu carinho e da forma como colocava seus braços a minha volta.

É uma longa, longa despedida...

Me segure como um cometa flamejante e acenda minha chama,
eu quero continuar amando, quero continuar sendo amada.
O que uma pessoa só é capaz de fazer nesse mundo?
A imagem forte que criei está desaparecendo. Sinto a sua falta!

Por que isso está acontecendo?
As lágrimas não param de escorrer...
e não consigo pará-las!

Quando te conheci, as estrelas brilharam e eu nasci novamente.
 Enquanto eu amar... enquanto eu existir...
 O que aconteceria se ficássemos esperando por um milagre impossível?
Ofuscado em nossas lágrimas, o brilho do planeta se foi...

 Espero que ao menos em uma próxima vida possamos nos reencontrar...
Quando isso acontecer, venha até mim e me abrace!
Não me solte nunca mais, me segure ainda mais forte...
Quero que você sussurre em meu ouvido, que não estou mais sozinha neste planeta...

--------------------------------------- Original --------------------------------------

May'n - Diamond Crevasse

kami-sama ni koi wo shiteta koro wa
konna wakare ga kuru towa omottenakatta yo
mou nido to furerarenai nara
semete saigo ni mou ichido dakishimete hoshikata yo

It's long long good-bye
sayonara sayonara nando datte
jibun ni mujou ni iikikasete
te wo furu nowa yasashisa dayo ne
ima tsuyosa ga hoshii

anata ni deai STAR kagayaite atashi ga umarete
aisureba koso I areba koso
kibou no nai kiseki wo matte dou naru no
namida ni nijimu hoshi no matataki wa GONE

wasurenai yo anata no nukumori mo
sono yasashisa mo subete tsutsunde kureta ryoute mo

It's long long good-bye
sayonara sayonara itoshii hito
anata ga ita kara aruite koreta
hitori nanka jyanakatta yo ne
ima kotae ga hoshii

moeru you na ryuusei tsukamaete hi wo tomoshite
aishiteitai aisaretetai
hieta karada hitotsu de sekai wa dou naru no
haritsudzuketeta kyosei ga toketeku LONG FOR

doushite nano
namida afurete tomerarenai

anata ni deai STAR kagayaite atashi ga umarete
aisureba koso I areba koso
kibou no nai kiseki wo matte dou naru no
namida ni nijimu hoshi no matataki wa GONE

moshi umarekawatte mata meguriaeru nara
sono toki mo kitto atashi wo mitsukedashite
mou nido to hanasanaide tsukamaetete
hitori jyanai to sasayaite hoshii PLANET

 -------------------------------------------------------------------------------------------

Depois disso, é preciso mandar algum recado?
--------------------------------------------------------------------------------------------

terça-feira, 15 de julho de 2014

Esquecimentos e Utada Hikaru - Be my last

As vezes nos concentramos em uma tarefa e nos esquecemos que existem outras pessoas a nossa volta.
Muitas vezes "pecamos" por esquecimento, mas não fazemos por mal.
 No fundo, por que fazemos?

Acho que simplesmente nos esquecemos que há um amanhã...

A luta deve ser constante para não deixar nada passar... Creio eu...
Eu também erro muito nesse sentido, e quando eu errar, me avisem!!!

E falando de erros profundos, como pedir desculpas de algum erro?

Às vezes a resposta vem em forma de música...

Experimentem ouvir essa:



Utada Hikaru - Be My Last
Kaasan doushite
Sodateta monomade
Jibun de kowasanakya
Naranaihiga kuruno

Barabara ni natta koraaju suterarenai no wa
Nani mo tsunagenai de
Kimi no te tsunaida toki datte

Be my last, be my last, be my last
Be my last, douka kimi ga, be my last

Narenai doushide
Yoku ganbatta ne
Machigatta koi wo shitakedo
Machigaide wanakatta

Nani mo tsukamenaide
Yume miteta no wa doko made

With my hands, with my hands, with my hands
With my hands, watashi no te de, be my last

Itsuka musubareruyori
Konya ichijikan aitai
Nani mo tsunagenaide
Otona butteta no wa dare

Be my last, be my last, be my last
Be my last, douka kimi ga, be my last


=============== TRADUÇÃO ==============

Utada Hikaru - Seja meu último

Mãe, me diga
Por que criamos certas coisas
Se um dia nós mesmos
vamos ter que destrui-las?

Colagem despedaçada
Essas mãos que não conseguem segurar nada
Não querem mais soltar a sua mão

Seja meu último... seja meu último...
Seja meu último... seja meu último... Quero que você seja meu último...

Esforçamos para compensar
Nossa falta de experiência
Foi um amor errado
Mas não foi um erro

Essas mãos não conseguem segurar nada
Até onde eu sonhava?

Com as minhas mãos, com as minhas mãos
Com as minhas mãos, com as minhas mãos, com as minhas mãos, seja meu último...

Prefiro te ver por uma hora esta noite
A esperar ser unidos um dia
Essas mãos não conseguem segurar nada
Quem fingia ser adulto?

Seja meu último... seja meu último...
Seja meu último... seja meu último... Quero que você seja meu último...


====================================

Abraços a todos... 

terça-feira, 10 de junho de 2014

A Lei do Retorno


A vida se encarrega das coisas. Certas pessoas se esquecem que há a colheita e negligenciam o plantio. Princípios não se cobram: há os que têm valores nobres e gratidão por ter tido sorte. Muitos atuam numa existência voltada para o que lhes é conveniente. Há que se ter compaixão e não raiva por estes. O mais importante numa decepção: as experiências passam, mas o aprendizado aguarda o momento certo do aprendiz. Tudo que foi plantado um dia volta à aquele que plantou. Se não for assim, o mundo não é um lugar justo.

Mas por algumas eu sinto asco... Mesmo não sendo algo de bom a se sentir por uma pessoa.
Mas o tempo passa, e vemos que alguém que, por estarmos cegos de amor, se tornou a nossos olhos alguém desprezível. Essa é uma parte da lei do retorno, o mal que a pessoa causou um dia, se tornou base para que alguém aprenda a viver melhor.

Desse tipo de pessoa, só sinto pena.

terça-feira, 3 de junho de 2014

Love Hina - Yakusoku e resposta a perguntas...

Outro dia perguntaram no meu ask.fm: "Quem são as pessoas especiais na sua vida?", como o ask.fm é aberto e bem público, achei melhor sair pela tangente e não responder... Por e-mail, recebi outras perguntas e entre elas, uma que estou respondendo aqui, agora... A pergunta foi:

 "Por mais que o tempo passe, você nunca desiste? Por que não?"

Explico: Fiz uma promessa... E a letra dessa música representa bem que tipo de promessa foi... Escutem, leiam e tirem suas próprias conclusões...


Love Hina - Yakusoku (Promessa Eterna)

De noite, pequenas sombras dançam a minha volta.
Eu passo pelas sombras em meu caminho para casa.
Aquele dia com você e esse tipo de cenário
trouxeram a mim um tesouro
apenas para nós dois

A promessa que amarra meu coração
É importante até mesmo agora
Abraçados, algum dia talvez eu encontre você
E então aquele dia estará completo
Enquanto eu acreditar, estarei esperando

Eu fico imaginando, onde você poderia estar agora...
Aquela promessa, gostaria de saber, se ainda está em seu coração
As estações mudaram, mas não mudaram meu coração.
Eu desejo que seja você

Mesmo que a esperança desapareça do seu rosto, a promessa está em seu peito agora.
E ela queima apaixonadamente dentro de mim.
Nossos corações estão amarrados juntos.
Enquanto eu acreditar eu estarei esperando.

Se eu devo me encontrar com você, e a promessa
Suavemente eu peço para ser como naquele dia.
Se sim, então uma vez mais, refaça a promessa.
Enquanto eu acreditar, estarei rezando.

----------------------------------- Original ----------------------------------

Love Hina - Yakusoku

Yuugure chiisana kage ga hashaide
watashi o toorisugi ieji e kaette yuku
ano hi anata to konna fuukei
okutte kawashita ne
futari dake no takaramono o

Kokoro de musubareta yakusoku
ima mo ima mo taisetsu ni
idaite itsuno hi ka anata ni atte soshite
hataseru sonna hi o
watashi shinjinagara sugoshitemasu

Ima goro doko ni iru no deshou ka?
Kawashita yakusoku kokoro ni mada aru kana
kisetsu watatte shibatta keredo
kawarazu ano koro no anata dato negatte imasu

Omokage musurettemo yakusoku
ima mo ima mo kono mune no mannaka o atsuku shite
shikkari kokoro kokoro musubareteru
koto o watashi shinjinagara matteimasu

Anata ni aetanara yakusoku sotto sotto
tazunetai ano hi no futari e to modoreru
naraba douka mouichido
yakusoku shite ne shinjinagara inottemasu

------------------------------------------------------------------------------

É assim que promessas devem ser feitas, não se deve quebrá-las jamais, não importa o que aconteça, não importa o tempo que levar. Se não dá pra ser agora, espere o momento certo, mas espere!

É assim que sou...

Abraços a todos.

Saeko Chiba - Sayonara Solitia

As vezes não sabemos como expressar certos sentimentos mas precisamos fazê-lo...

Nesta hora, o que fazer? Fácil! Procure uma música!

O dia dos namorados no Brasil tá chegando... Que tal mandar essa?

E eu? Será que vou usar isso como recado?



Saeko Chiba - Sayonara Solitia (Adeus solidão)

Eu digo que gosto muito de você, apesar de ferirmos os sentimentos um do outro.
E por isto fico confuso. Vamos juntar nossos rostos gelados. e assim fazer nascer um sentimento mais forte
Quero te encontrar o mais rápido possível.

"Te amo tanto a ponto de perder as palavras, o que preciso fazer para que você enxergue meu carinho?
Me abrace mais forte, e então acreditarei em seu grande coração.
Adeus solidão, e seguindo para o amanhã...

"Por ser tão pequeno eu posso tentar te oferecer tudo e não parecerá ser o suficiente
Esta mão que não consegue esconder nada, quero dá-la a você.
Nos ainda veremos um lindo pôr do sol..."

"Porque eu fui encontrar alguém tão especial?
Segurando estes dedos que quase machucam, vejo que jamais o sonho sumirá na tristeza
Adeus solidão

"Por não estar mais só, o amanhã chegará e eu estarei contigo..."

"É uma pessoa que amo demais, que está sempre ao meu lado, que quero proteger.
Agradeço por ter nascido neste mundo em que estou junto de você..."

-------------------------- ORIGINAL -------------------------

Saeko Chiba - Sayonara Solitia

Daisuki to omou kara ne kizutsu ittari tomadottari
Tsumetai hoho wo yose atte kokoro ga umareta
Itsumo ima sugu ni aitai

Mukuchi ni naruhodo suki yo yasashi sa doushitara mieru no
Dakishimete motto tsuyoku atataka na mune wo shinjiru yo
Sayonara solitaire ashita he

Chiisana watashi dakara zenbu demo tarinai yone
Nanni mo kakusanai de anata ni agetai
Mada shiroi yoake wo miokutte

Konnani daiji na hito ni doushite meguri aetano to
Itai hodo tsunagu yubi de sabishi sa kienu yume wo miru no
Sayonara solitaire

Mou hitori jyanai kara ashita mezameru no anata to

Daisuki na hito dakara ne sobani iru mamotteru
Anata he tsunagaru daichi ni umerete yokatta

 ----------------------------------------------------------------------------
O que acham?

Abraços a todos...

domingo, 18 de maio de 2014

Isis Vasconcellos - Só os loucos sabem (Charlie Brown Jr.)

Sempre dizem que sou diferente, tem gente que me chama de doido... Hoje em dia vejo isso como um elogio, pois se eu sou louco, quero me afastar cada vez mais dessas pessoas que se dizem normais...

Como diria o Chorão, só os loucos sabem...

Ouçam o recado que ele deu na voz macia da Isis Vasconcellos...


Charlie Brown Jr. - Só os loucos sabem
Agora eu sei exatamente o que fazer
Bom recomeçar, poder contar com você
Pois eu me lembro de tudo, irmão
Eu estava lá também
Um homem quando está em paz
Não quer guerra com ninguém

Eu segurei minhas lágrimas
Pois não queria demonstrar a emoção
Já que estava ali só pra observar
E aprender um pouco mais sobre a percepção
Eles dizem que é impossível encontrar o amor
Sem perder a razão
Mas pra quem tem pensamento forte
O impossível é só questão de opinião

E disso os loucos sabem
Só os loucos sabem
Disso os loucos sabem
Só os loucos sabem

Toda positividade eu desejo a você
Pois precisamos disso nos dias de luta
O medo cega os nossos sonhos
O medo cega os nossos sonhos
Menina linda, eu quero morar na sua rua

Você deixou saudade
Você deixou saudade
Quero te ver outra vez
Quero te ver outra vez
Você deixou saudade

Agora eu sei exatamente o que fazer
Vou recomeçar, poder contar com você
Pois eu me lembro de tudo, irmão
Eu estava lá também
Um homem quando está em paz
Não quer guerra com ninguém
.

--------------------------------------------------------------------

Você deixou saudade.
Mas estou seguindo em frente...

-----------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 16 de maio de 2014

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Within Temptation - Memories



Within Temptation - Memórias

Neste mundo você tentou
Não me deixar para trás só.
Não há outro modo.
Eu rezei aos deuses para deixarem ele ficar.
As lembranças aliviam a dor por dentro, agora eu sei porque.

Todas as minhas lembranças mantém você próximo.
Em momentos silenciosos imagino você aqui.
Todas as minhas lembranças mantém você próximo.
Seus sussurros silenciosos, lágrimas silenciosas.

Me fez prometer que eu tentaria
Encontrar meu caminho de volta nesta vida.
Eu espero encontrar um modo
Para me dar um sinal que você está bem.
Me recordo novamente isto é o valor de tudo, então eu posso continuar seguindo.

Todas as minha lembranças mantém você próximo.
Em momentos silenciosos imagino você aqui.
Todas as minhas lembranças mantém você próximo.
Seus sussurros silenciosos, lágrimas silenciosas.

Juntos em todas essas lembranças
Eu vejo seu sorriso.
Todas as lembranças eu guardei tão bem.
Meu bem, sabes que irei amá-lo até o fim dos tempos.

Todas as minha lembranças mantém você próximo.
Em momentos silenciosos imagino você aqui.
Todas as minhas lembranças mantém você próximo.
Seus sussurros silenciosos, lágrimas silenciosas.
Todas as minhas lembranças...

------------------------------ ORIGINAL ----------------------------

Within Temptation - Memories

In this world you tried
Not leaving me alone behind
There's no other way
I prayed to the gods let him stay
The memories ease the pain inside, now I know why

All of my memories keep you near
In silence moments imagine you be here
All of my memories keep you near
Your silent whispers, silent tears

Made me promise I'd try
To find my way back in this life
I hope there is a way
To give me a sign you're ok
Reminds me again it's worth it all, so I can go home

All of my memories keep you near
In silence moments imagine you be here
All of my memories keep you near
Your silent whispers, silent tears

Together in all these memories
I see your smile
All the memories I hold dear
Darling, you know I will love you 'til the end of time

All of my memories keep you near
In silence moments imagine you be here
All of my memories keep you near
Your silent whispers, silent tears

All of my memories....

------------------------------------------------------------------------------------------------------

Dedicada a todos aqueles que não conseguem esquecer...

Reflexão...


É muito prático apontar o defeitos dos outros, focar nos erros, nos enganos, nos equívocos dos outros. Só que toda vez que se aponta um dedo para alguém, tem sempre 3 voltados para você...

Pra que aqueles 150 motivos para falar bem, se aqueles 2 ou 3 motivos para falar mal são muito mais gostosos?

Pra que estender uma mão pra quem está caído se é mais fácil passar por cima? Principalmente porque as duas mãos estão ocupadas encobrindo os próprios defeitos e a cabeça ocupada pensando no teatro que precisa fazer para parecer legal, fingir que não comete erros, te dar aquele sorriso "sincero" e aquele abraço "amigo"...

Hipocrisia e falta de amor é muito triste!

Abraços a todos...

quarta-feira, 7 de maio de 2014

O que quero

Pois é, tem gente que vive me perguntando por que tenho essa "obsessão" pelo espaço, por novas tecnologias, novos mundos e etc... Mas já imaginaram poder ir a um lugar assim? Eu imagino e anseio, todos os dias...

terça-feira, 6 de maio de 2014

Mantenha-se criativo


O Vazio


De tempos em tempos ouço pessoas falando que sentem um vazio por dentro, um tédio enorme ou então, uma falta total de sentido na vida.
Amigos mais próximos muitas vezes me perguntam por que estão ali, passivos, esperando a vida passar enquanto tudo à volta não faz sentido...

Ah... Quem dera eu saber todas as respostas... Se bem que no dia em que eu tiver todas as respostas, aí sim a vida perderá a graça.

Um dos motivos pelos quais as pessoas sentem esse vazio enorme é por não terem entendido que um dos grandes objetivos é justamente o prazer (sim, o prazer) da busca! Sem a busca, sem o questionamento, sem aquela pergunta que faz muitos sofrerem e outros sonharem, a pergunta básica que atormenta muita gente.. O famoso "e se...". Sem essas coisas básicas, não teríamos nada do que temos hoje. Eu sequer teria este computador para escrever este texto...

Acontece que algumas pessoas acham que a solução está na resposta, querem tudo de mão beijada, sem pensar no "e se...". E quando percebem que não vão obter a resposta que querem, se frustram.

A grande verdade é que o "e se..." é o maior responsável por corações partidos, mentes frustradas e pessoas com sensação de vazio que existe... Mas a culpa não é da pergunta, e sim da ansiedade em obter respostas rapidamente.

Outra coisa que acontece muito é a pessoa dizer que está "entediada da vida". Isso acontece muito com quem passou a ignorar a pergunta e acha que possui as respostas. A pessoa passa a achar que não tem mais opções e atrofia o próprio coração.

Logo, se pararmos pra pensar, tudo o que precisamos fazer para preencher o vazio é ouvir nosso próprio coração e procurar ocupar a mente com coisas boas.

Viaje mais, conheça mais pessoas, faça mais sexo, faça coisas que você normalmente não faria, faça um filho, se arrisque mais, tenha um hobby, crie um cachorro, faça um trabalho voluntário, pratique um esporte, faça mais amigos verdadeiros. Saia de frente da TV, pare de comprar apenas por comprar, pare de ir a baladas, visite mais os parques... Enfim, limpe seu coração de coisas ruins e o tédio, o vazio, a ânsia de buscar algo que não existe logo irá deixar seu coração.


Lembre-se sempre que não são as grandes coisas que importam, e sim as pequenas...
Você não precisa fazer uma coisa grande por ano, apenas uma coisa pequena por dia... Pense nisso e verá que a saída é simples.

Embora eu seja uma pessoa triste, houve um tempo em minha vida no qual fui muito feliz, e eu era feliz por conta dessas coisas pequenas. Quando me tornei uma pessoa triste, o que me impediu de buscar a morte também foi o conjunto destas coisas pequenas. Parei de tentar buscar o grande e passei a me concentrar no pequeno. O grande era inacessível, o pequeno estava ali ao meu lado.

E é essa lição aprendida que tento compartilhar com vocês aqui...

Boa noite e uma boa vida a todos...

domingo, 4 de maio de 2014

O Silêncio


O SILÊNCIO DOS LOBOS

Pense em alguém que seja poderoso…
Essa pessoa briga e grita como uma galinha, ou olha e silencia, como um lobo?

Lobos não gritam.

Eles têm a aura de força e poder.
Observam em silêncio.

Somente os poderosos, sejam lobos, homens ou mulheres, respondem a um ataque verbal com o silêncio.
Além disso, quem evita dizer tudo o que tem vontade, raramente se arrepende por magoar alguém com palavras ásperas e impensadas.
Exatamente por isso, o primeiro e mais óbvio sinal de poder sobre si mesmo é o silêncio em momentos críticos.
Se você está em silêncio, olhando para o problema, mostra que está pensando, sem tempo para debates fúteis.
Se for uma discussão que já deixou o terreno da razão, quem silencia mostra que já venceu, mesmo quando o outro lado insiste em gritar a sua derrota.

Olhe.
Sorria.
Silencie.
Vá em frente.

Lembre-se de que há momentos de falar e há momentos de silenciar.
Escolha qual desses momentos é o correto, mesmo que tenha que se esforçar para isso.
Por alguma razão, provavelmente cultural, somos treinados para a
(falsa) idéia de que somos obrigados a responder a todas as perguntas e reagir a todos os ataques.

Não é verdade !

Você responde somente ao que quer responder e reage somente ao que quer reagir.
Você nem mesmo é obrigado a atender seu telefone pessoal.
Falar é uma escolha, não uma exigência, por mais que assim o pareça.
Você pode escolher o silêncio.
Além disso, você não terá que se arrepender por coisas ditas em momentos impensados, como defendeu 
Xenocrates, mais de trezentos anos antes de cristo, ao afirmar: “Me arrependo de coisas que disse, mas jamais do meu silêncio”.

Responda com o silêncio, quando for necessário.

Use sorrisos, não sorrisos sarcásticos, mas reais.
 Use o olhar, use um abraço ou use qualquer outra coisa para não responder em alguns momentos.
Você verá que o silêncio pode ser a mais poderosa das respostas.
E, no momento certo, a mais compreensiva e real delas.

Lembre-se sempre que ficar em silêncio não significa que não se importa com algo. Apenas que espera que a outra pessoa lhe dê uma resposta mais satisfatória.

Pois lobos sempre se importam!

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Frase da semana


30 Seconds to Mars e Pitty - The Kill (O assassinato)

Embora eu tenha incluído este clip na postagem anterior, esta é uma música que fala de muita coisa importante e mereceu uma postagem só pra ela. Escutem, leiam e pensem a respeito...


What if I wanted to break
Laugh it all off in your face
What would you do?

E se eu desmoronar?
Se não pudesse mais aguentar
O que você faria?

Come break me down!
Bury me, bury me!
I am finished with you!

E se eu quisesse lutar?
Pelo resto da vida implorar
O que você faria?

You say, you wanted more
What are you waiting for
I'm not running from you

Come break me down!
Bury me, bury me!
I am finished with you!
Look in my eyes!
You're killing me, killing me!
All I wanted was you!

I tried to be someone else (someone else)
But nothing seemed to change
I know now, this is who I really am inside!
Finally found myself!
Fighting for a chance I know now,
THIS IS WHO I REALLY AM!

Ah, haaah
Ah-ha ohh
Ah, haaah

Come break me down!
Bury me, bury me!
I am finished with you!
(You! You!)
Look in my eyes!
You're killing me, killing me!
All I wanted was you! 
  --------------------------------------------------------------------------------------------

Tudo que ele queria era você! 

--------------------------------------------------------------------------------------------

Abraços a todos

O Verdadeiro Mal


O que é o mal?

O mal é aquilo que faz as pessoas perderem o sentido de viver, que tira o sorriso dos lábios, que faz nosso olhar se desviar para o chão, que nos tira a tranquilidade de um sonho e o transforma em um pesadelo.

De onde vem o mal?

O mal vem das pessoas, infelizmente... Não de todas as pessoas, mas de pessoas que não aprendem a sentir as dores dos outros, que não aprendem a olhar as dificuldades de quem muitas vezes está ao seu lado implorando por ajuda, de quem dá mais amor do que ama a si mesmo. A essas pessoas que amam demais é que as pessoas más fazem mais mal...

Por que o mal cresce tanto no mundo?

Por que as pessoas estão cada vez amando menos e "se amando" mais, a maior desculpa de hoje em dia para se fazer ao mal é o tal do "amor próprio", não que ele seja ruim, mas o amor próprio não é isso que pregam, não é isso que dizem... Pisar no outro pra se sentir melhor não é amor próprio, é ser ridiculamente ruim. Junto a tudo isso, como se esse tal "amor próprio" desviado já não fosse ruim o suficiente, as pessoas ainda tem inventado desculpas estapafúrdias como "fiz isso por meus filhos, mesmo eles não entendendo o por que e eu tendo que explicar no futuro por que o fiz", ou "fiz por que achei que era melhor pra mim" (e esqueceu de perguntar o que o outro achava disso), desculpas para fazer o mal a outras pessoas, muitas vezes tirando-lhes o sorriso, o sono, a paz e qualquer possibilidade de felicidade.

Como se faz tanto mal?

Quando não se usa a violência direta, aquela que machuca o corpo e fere a alma, usam coisas que ferem profundamente a alma, mais do que qualquer tapa, soco ou surra. Usam as palavras para ferir. Usa-se a humilhação, a ira nas palavras, o sarcasmo e a mentira para acabar com uma pessoa por dentro. Quando usadas de forma a ferir alguém, as palavras formam a pior de todas as armas... Uma arma que não deixa vestígios do mal causado, que não deixa testemunhas, que causa uma ferida incurável, que causa a morte de uma pessoa sem que seja necessário tocá-la ou acertá-la com algum projétil. Uma arma covarde, que acaba com a coisa mais "sagrada" que uma pessoa pode ter: A criança que a pessoa tem por dentro.
Muitas vezes, esse mal é tão grande que se transforma em doença na pessoa atacada. Normalmente uma doença de origem inexplicável. Eu acho que essa doença nada mais é do que reflexo de uma ferida causada na alma. A dor é tanta que se transforma em doença física.

Como você sabe tanto sobre esse mal? Quem é você para falar disso?



Infelizmente, sou vítima deste mal desde pequeno. Já ouvi coisas de pessoas amadas que não diria nem ao pior de todos o meus inimigos. Depois de crescido, aprendi que por mais que eu desse amor a uma pessoa ruim, que por mais que eu tentasse fazer essa pessoa feliz, ela sempre vinha com palavras para me destruir. Hoje em dia carrego comigo várias feridas, algumas superficiais, outras em compensação são bem profundas, todas elas sangram muito e são incuráveis. Ou seja, vi esse mal em primeira pessoa.

Existe alguma forma de se proteger desse mal?

Sim! Existem duas formas... A primeira é abraçar a maldade também e se tornar igual aqueles que fazem o mal, porém, essa alternativa irá secar seu coração ao ponto de você não saber mais quando faz o mal ou quando faz o bem, até chegar no ponto em que você só faz o mal e se torna um zumbi da maldade. Muitos optam por esse caminho por ser um caminho mais fácil, mais simples de se percorrer.

A outra alternativa é mais difícil, complicada e requer muita força de vontade... A alternativa é se transformar num poço inesgotável de amor, espalhando a bondade, o carinho, o companheirismo e a felicidade por onde você passar, mesmo que esteja sempre magoado e chorando por dentro, sempre fazendo quem puder mais feliz. Fazer o bem sem olhar a quem. Mesmo que a pessoa não goste de você, dê amor e carinho. Sempre! Use sempre palavras de carinho, mesmo para repreender um ato errado. Isso criará um escudo formado por outras pessoas à sua volta. E por detrás deste escudo, nada pode te atingir.

Mas isso anula o mal que foi causado?

Não. Nada anula o mal causado. Mas pelo menos permite que você siga em frente mesmo que o futuro não faça mais sentido, pelo menos você não fica parado em um ponto, você segue em frente... Além disso, a dor é enormemente amenizada, principalmente quando você vê a felicidade que você criou nos olhos de outra pessoa. Aquilo te enche de uma felicidade temporária que se repetida, se torna constante... As feridas podem não sarar, mas pelo menos não doem mais.

Mas isso serve só pra você ou serve pra outros?

Não sou o único que sabe o que é isso... Tanto que existem músicas falando a respeito disso...

Veja só:


Viu? Não serve apenas pra mim. Serve pra você, não importando de que lado esteja.

Se você está do lado do mal, não tenha medo de mudar. Se fez o mal um dia, mude! Entre em contato com a pessoa a qual foi feito o mal e tente desfaze-lo de todas as maneiras. Essa é uma redenção pessoal que vale muito a pena...

Abraços a todos.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

A pior de todas as dores

 

Me perguntaram aqui no blog, por que não se deve deixar uma pessoa amada ir embora, por que sempre insistir, por que sempre lutar, sempre tentar, mesmo quando tudo parece dar errado, não desistir em hipótese alguma...

Só achei um jeito de responder...

"Não há dor pior do que a dor do vazio deixado pela pessoa que se ama. Essa dor não tem fim, não passa, não diminui...

Quando se olha pro lado, mesmo tendo outra pessoa, ela não passa. Você acorda pela manhã, olha pro lado e to
dos os dias bate aquela sensação de "não é bem isso que eu queria... E o sorriso do acordar se esvai...

É a dor de se sentir sozinho, mesmo tendo outro alguém ao seu lado, mesmo estando entre 1000, 2000 ou 1000000 de pessoas...

Dói como se tivessem arrancado um pedaço de seu coração e aquela ferida que nunca cicatrizou é cutucada com sal a cada batida do coração...

E a pior parte é saber que muitas vezes a pessoa amada está ali, pertinho de você e ao mesmo tempo tão distante, separada por um vazio insuportável que parece infinito...

Depois de passar por isso, poucas pessoas tem forças para continuar vivendo... 

Ao ficar doente, a pessoa tem vontade de não lutar mais, de deixar a doença vencer, vontade de ir embora, de apenas não mais sofrer. A morte para de ser assustadora para se tornar uma amiga, uma amiga estranha, mas uma amiga... Uma amiga que pode acabar com seu sofrimento, e você se apega a ela... Alguns tem forças para resistir a essa atração pela morte, outros não...

 E caso a pessoa consiga sobreviver a isso, uma sequela visível fica: Se esquece como sorrir...

E então? Vai deixar a sua pessoa amada ir embora?"
 

Bem, acho que a pessoa que me perguntou entendeu o recado...

Imagine então se a perda de uma leva outra e você fica sem duas pessoas...